A inovação tecnológica que veio para transformar os hospitais e clínicas médicas: telemedicina!

A telemedicina pode elevar a sua clínica médica e os hospitais a um novo patamar

A telemedicina pode elevar a sua clínica médica e os hospitais a um novo patamar, atraindo e fidelizando novos clientes através da tecnologia e aumentando consideravelmente a segurança dos médicos, equipes médicas e pacientes em tempos de pandemia. Saiba mais!

A inovação tecnológica que veio para transformar os hospitais e clínicas médicas: telemedicina!

A telemedicina pode elevar a sua clínica médica e os hospitais a um novo patamar, atraindo e fidelizando novos clientes através da tecnologia e aumentando consideravelmente a segurança dos médicos, equipes médicas e pacientes em tempos de pandemia.

A telemedicina permite aos profissionais de saúde avaliar, diagnosticar e tratar pacientes à distância, usando a tecnologia de telecomunicações e videoconferência.

A abordagem passou por uma evolução notável na última década e está se tornando uma parte cada vez mais importante da infraestrutura de saúde brasileira.

A telemedicina usa tecnologia moderna para possibilitar que médicos e pacientes se comuniquem virtualmente quando e onde for necessário. Normalmente, um smartphone ou computador e a internet são todo o material necessário.

A telemedicina requer internet de alta velocidade (para qualidade de vídeo), um computador ou smartphone e um local privado e tranquilo para os compromissos.

A telemedicina é definida como a troca de informações utilizando tecnologia de informação e de comunicação em saúde e a distância. Entre as diversas modalidades da telemedicina incluem-se as videoconferências, que permitem a integração em tempo real, recebendo e enviando áudio e vídeo de alta qualidade entre pontos distantes geograficamente.

Para a realização de videoconferências são necessários equipamentos que façam captura e reprodução de áudio e vídeo, e que tenham possibilidade de conexão com equipamentos similares, como microcomputadores e equipamentos dedicados.

A transformação digital é um processo estratégico utilizado por hospitais e clínicas médicas para aumentar sensivelmente a segurança da equipe médica e dos pacientes e também para alavancarem os negócios por meio de artifícios da tecnologia para aprimorar todas as áreas. Vejamos o principal pilar da implantação de uma estratégia de transformação digital.

São soluções conjuntas de conectividade, como Internet Corporativa (Link Dedicado), Audio & Videoconferência, Telefonia em nuvem (Telefonia IP / Voip) e a transformação digital contribuem ativamente na implantação da IOT (Internet das Coisas) e transformação digital trazendo benefícios tanto para os gestores quanto para equipe interna, fornecedores, clientes, parceiros e clientes.   

Graças à fluidez no repasse de informações, todas as tarefas da empresa podem ser feitas de forma rápida, porém mantendo a segurança e a qualidade.

Os dados digitalizados permitem uma tomada de decisão ágil e assertiva por parte dos gestores. Além disso, com um sistema centralizado em operação, o setor de TI também tem suas tarefas otimizadas.

Na mesma medida em que a Comunicações Unificadas é implantada nos processos de gestão ou na linha de produção de organizações, há a economia de recursos e de gastos. É importante frisar que essa não é uma exclusividade de grandes corporações, muito pelo contrário.  

rapidez nos processos de comunicação e na tomada de decisão, já são requisitos obrigatórios para o sucesso na maioria das organizações.

Benefícios da telemedicina

Usar a telemedicina como alternativa às visitas pessoais oferece uma série de benefícios para pacientes e profissionais.

Os principais benefícios voltados para os pacientes são:

  • Menos tempo longe do trabalho;
  • Sem despesas de viagem ou tempo;
  • Menos interferência com as responsabilidades de cuidados com crianças ou idosos;
  • Privacidade;
  • Sem exposição a outros pacientes potencialmente contagiosos.

Os principais benefícios para hospitais e clínicas médicas são:

  • Aumento da receita;
  • Melhor eficiência do escritório;
  • Uma resposta à ameaça competitiva de clínicas de saúde de varejo e provedores de saúde apenas on-line;
  • Melhor acompanhamento do paciente e melhores resultados de saúde;
  • Menos compromissos perdidos e cancelamentos;
  • Reembolso de pagador privado.
  • Sem exposição a outros pacientes potencialmente contagiosos.

Definição de telemedicina

A telemedicina pode ser definida como o uso de tecnologia (computadores, vídeo, telefone, mensagens) por um profissional médico para diagnosticar e tratar pacientes em um local remoto.

A telemedicina é definida como a troca de informações utilizando tecnologia de informação e de comunicação em saúde e a distância. Entre as diversas modalidades da telemedicina incluem-se as videoconferências, que permitem a integração em tempo real, recebendo e enviando áudio e vídeo de alta qualidade entre pontos distantes geograficamente.

Os tipos de conexão para uma videoconferência são: via ISDN (integrated services digital network) ou via IP (internet protocol). A qualidade do áudio e do vídeo e a velocidade são críticas para o sucesso da videoconferência. Experiências internacionais na utilização de equipamentos de videoconferência, inclusive na radiologia e diagnóstico por imagem, já são uma realidade.

No Brasil, relatos mostram iniciativas isoladas de telemedicina, em sua maioria incluindo redes universitárias e alguns poucos hospitais e clínicas médicas. A videoconferência representa uma excelente ferramenta para a capacitação e atualização do profissional médico, além de proporcionar grande impacto nos custos do atendimento à população.

Quão comum é a telemedicina?

A telemedicina é um componente importante e de rápido crescimento na distribuição de produtos de saúde. Mais da metade de todos os hospitais agora usam alguma forma de telemedicina.

A telemedicina é segura?

Sim. Quando usada nas condições certas e para os casos apropriados, a telemedicina tem se mostrado tão segura e eficaz quanto o atendimento presencial.

Obviamente, nem todas as condições conduzem ao tratamento por meio de visitas de vídeo, portanto, as clínicas devem usar o bom senso ao utilizar este canal para a prestação de cuidados de saúde.

Quão difícil é usar a tecnologia da telemedicina?

Para serem eficazes, as tecnologias de telemedicina devem ser fáceis de usar tanto para pacientes quanto para fornecedores. As melhores soluções são fáceis de configurar e implementar para consultórios médicos e tão fáceis para os pacientes quanto os aplicativos de dispositivos móveis que eles usam todos os dias.

Quem da área da saúde nunca ouviu falar de telemedicina?

A utilização de equipamentos tecnológicos audiovisuais na prática médica vem ganhando cada vez mais espaço e, diante dos resultados já obtidos, tem se mostrado promissora.

CONSULTA MÉDICA POR VIDEOCONFERÊNCIA: COMO FUNCIONA?

A princípio vamos esclarecer alguns pontos importantes cujo conceito é essencial para discernimento de ideias. A telemedicina, por exemplo, enquadra-se na utilização de recursos audiovisuais, videoconferência, a fim de favorecer a assistência em saúde, como a realização de consultas médicas e laudos radiológicos à distância.

Já a teleconsulta retrata o âmbito de realizar o atendimento independentemente da distância, por meio de uma videoconferência entre as partes envolvidas. Em suma, é de fato uma consulta, porém com as limitações de cada um estar um uma localidade.

É importante ressaltar que os aparelhos que possibilitam a videoconferência devem seguir a padronização imposta para a prática, prezando sempre pelo uso de tecnologias seguras no tocante da comunicação online.

TELEMEDICINA - NADA PODE SUPERAR AS PESSOAS TRABALHANDO JUNTAS

A troca de informações é algo fundamental para os profissionais da saúde. A tecnologia de videocolaboração vem para apoiar esse processo, facilitando a dinâmica diária de conectar pessoas, independentemente da localidade que o profissional esteja atuando, e provendo a segunda opinião médica.

Os recursos de áudio, vídeo e compartilhamento de conteúdo permitem não apenas a interação, mas também o compartilhamento de exames por meio dos recursos exclusivos, em alta definição, para uma colaboração ainda mais completa, utilizando equipamentos ou salas virtuais.

HOME CARE – MAIOR CONFORTO E COMODIDADE PARA PACIENTES

A utilização da tecnologia de videocolaboração, complementando os serviços de home care dos hospitais, auxilia o processo de visitas diárias aos pacientes. Além das visitas periódicas de médicos, com a videoconferência o paciente pode receber a visitas de todos os profissionais envolvidos no tratamento, reduzindo os custos de deslocamento e facilitando o acesso a um maior número de profissionais especializados - médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, entre outros profissionais focados no plano de atenção personalizado.

EDUCAÇÃO CONTINUADA – CADA VEZ MAIS CONECTADOS

Acompanhar as mudanças constantes e inovações nos procedimentos na área da saúde é um desafio e as instituições precisam fornecer ferramentas para que os profissionais se mantenham a par dessas evoluções. Por isso a videocolaboração tem se tornado um excelente aliado nesse processo.

Com a interação via videoconferência ou transmissão por webcast é possível acompanhar procedimentos ao vivo, transmitir simultaneamente em vários locais diferentes (ao vivo ou gravação) e, assim, reduzir os custos com deslocamento de profissionais e ampliar a frequência de cursos de capacitação remota, principalmente para reciclagem dos profissionais que atuam em áreas remotas.

TECNOLOGIAS DA EFICIÊNCIA NA SAÚDE

As soluções digitais que já estão em uso ou em fase de testes contemplam desde conectividade (com links que interligam cidades, inclusive nas áreas remotas) ao desenvolvimento de softwares específicos para resolver problemas do dia a dia de hospitais, postos médicos e consultórios.

É como se uma onda tecnológica transformasse os espaços. A imagem tradicional do médico escrevendo em um papel diante do paciente vai sendo substituída, por exemplo, pela do profissional acompanhando o fluxo sanguíneo de alguém em tempo real, graças a uma projeção 3D de realidade aumentada.

Confira também:

5 soluções tecnológicas que dão mais eficiência para a medicina

5 passos para reduzir custos com serviços em nuvem

O que é Unified Communications (Comunicações Unificadas)?

Gostou? Acesse nosso blog para maiores informações relevantes ao seu negócio:Gostou do post? Achou interessante? Não esqueça de deixar seu comentário com dúvida ou mais dicas!

A MTR-IT Systems trabalha com as mais recentes tecnologias e que agregam eficiencia e custos competitivos com soluções em Telecom, Cloud Computing, Infraestrutura de TI e Monitoramento de redes.

Nossos especialistas estão preparados para te atender!

Compartilhar
Não há comentários.

Escreva um comentário!

Seu email não será publicado!